quarta-feira, 10 de abril de 2024

Escritos


Em escritos foi-me revelado pelos sábios:

Não ouça atrás das paredes;
Não fale às paredes;
Não olhe além das paredes.

Está tudo aqui.

Juliano Paz Dornelles
Membro Correspondente A.L.M.A.S.

Espada do Divino


Ser tal como uma espada do Divino, assim como a Palavra do Verbo, transcende o que "Está Escrito" nos livros que publiquei.

Transcende o ato de reverenciar o corpo como o Templo e a si como instrumento.

Transcedendo aos Mandamentos, das Escrituras, o segredo foi-me revelado. Inicia em amar, perdoar e colocar tudo nas mãos do Senhor.

Certa vez disse-me um pastor adventista amigo meu que Espírito Santo não fuma e não bebe álcool. Eu não acreditava nisto. Agora, livre do tabaco e do álcool, sinto-o purificando-me.

Eu nunca segui de quem bebe vinho ou cerveja, embora eu não beba, pois a maioria dos meus conhecidos bebe. Mas se estes seguirem de mim, farei da água a minha saída do álcool assim como estou saído do tabagismo.

Pois disse o Senhor: "Não se embriaguem com vinho, pois a bebida levará vocês à desgraça; mas encham-se do Espírito de Deus" Efesios 5:18

"O Espírito e a noiva dizem: "Vem!" E todo aquele que ouvir diga: "Vem!" Quem tiver sede venha; e quem quiser beba de graça da água da vida" Apocalipse 22:17

Assim incoco licitamente o E.S para que siga do álcool e do tabaco abrindo uma saída em minhas preces.

Juliano Paz Dormelles
Membro Correspondente da A.L.M.A.S.

segunda-feira, 4 de março de 2024

Pior é na guerra!


Como dizia minha avó: "Pior é na guerra!"

Quando ansio pelo futuro, lembro esta frase de filosofia e sabedoria popular.

Disse o Mestre: "25...Não se preocupem com sua própria vida, quanto ao que comer ou beber; nem com seu próprio corpo, quanto ao que vestir. Não é a vida mais importante que a comida, e o corpo mais importante que a roupa?

26Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas?

27Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida?" (Mt:6)

Mesmo assim, o futuro me preocupa. Ainda estou a resolver-me com o presente.

Que bom que vivemos na paz!

sábado, 24 de fevereiro de 2024

Da Umbanda (Linha Branca)


DA UMBANDA (LINHA BRANCA)

Ao contrário do que os leigos pensam, Ogum, Xangô e Oxóssi nunca foram rivais. 

Em uma casa de oração, terreiro ou congá, os Orixás trabalham juntos em prol de um objetivo em comum. A evolução do espírito.

Podendo, o médium, receber Orixá e trabalhar mais de uma entidade intercaladamente mesmo que um seja o regente de sua cabeça.

Já no Candomblé diz-se que temos, na gente, características de mais de um Orixás.

Da ira de Ogum ao amor de Oxalá, à vaidade de Xangô ou à humanidade de Bará, as vibrações se alternam na mesma pessoa.

Entendendo isto se torna possível dedenvolver-se.

Caboclo 7 estrelas

sábado, 27 de janeiro de 2024

Comics Brasil HQ


Juliano Paz Dornelles
Mestre em Comunicacao
Membro Correspondente A.L.M.A.S.







segunda-feira, 22 de janeiro de 2024

Previsão revelada

A humanidade foi bugada por humanos abduzidos por extraterrestres que nos colocaram uns contra os outros. 

Muito chato tudo isto que aconteceu... e o pior ainda está por vir. O Pai vai destruir.

Vergonhosamente lhes afirmo que guerras devastadoras estão a caminho. Devido à ambição humana estamos prestes a destruir o mundo. Apenas uma parcela da humanidade sobreviverá para reconstruir a civilização. Mas antes passaremos por décadas de tormento após uma avassaladora catástrofe nuclear. Acredite nisto que estou lhes dizendo.


Juliano Paz Dornelles

Membro Correspondente A.L.M.A.S.

À IGREJA

  

"Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles". Mateus 18:20

"O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há é o Senhor dos céus e da terra e não habita em santuários feitos por mãos humanas" Atos 17:24

"Vamos nos regozijar! Vamos nos alegrar e dar‑lhe glória! Porque chegou a hora do casamento do Cordeiro, e a sua noiva já se arpontou". Apocalipse 19:7

Pastor Juliano Paz Dornelles
Igreja Invisivel dos pecadores chamados ao arrependimento

terça-feira, 16 de janeiro de 2024

Porto Alegre, 16 de janeiro de 2024. 19 horas.



No mundo de Cam, ser justo vale mais do que o quanto ganhamos ou dispomos.

Por isto, nada queira dos outros ou sem determinadas pessoas.

Reivindicado o que está jogo. Já está sendo buscado. Porque eu sou o cara.

...

Em algum lugar, Zi fumou na direita, para confirmar.

Se não entenderem o pedido de licensa,
Sou eu mesmo quem diz: "Sai da frente".

...

Machadada pra avisar. Há muitos olhando por mim. Mantenha a cabeça no lugar. Justo! Quem ajudar-me a ganhar, e/ou deseja-me o ganho, (eu) conosco, ganhe junto.



sexta-feira, 12 de janeiro de 2024

Estamos prontos?

O aquecimento global. Os desastres ecológicos. O trabalho remoto. A comunicação ubíqua. A interação onipresente. Uma outra pandemia. As guerras pelo mundo. O apogeu e decadência das religiões na sociedade tecnológica. Observados pelos deuses astronautas.

A nova ordem mundial. A corrida armamentista. A quebra do mercado. As criptomoedas. A reinvenção do câmbio. O surgimento do anticristo.  A inteligência artificial. Os ciborgues. A vida extraterrestre em contato com a Terra. 

Tudo isto incorpora o processo de se reinventar da humanidade. Dentre tantas profecias, as fatalidades. Estamos prontos?

Juliano Paz Dornelles
Mestre em Comunicação
Membro correspondente da A.L.M.A.S.

quarta-feira, 20 de dezembro de 2023

A psicose é um estado psíquico


Dos meus surtos psicóticos, os que mais me atormentavam eram os que condiziam com a sensação de invasão de privacidade ou violação da integridade.
Sentia como se alguém tivesse a chave do apartamento ou acesso aos meus perfis nas mídias sociais. Isto gerava uma mania de perseguição acirrada cada vez que chegava em casa ou ligava o desktop.
Pior que isto eram as visões na parede, como se estivesse sido ligado, ou como se estivesse sido vendido, em lojas de estado. Ou tivesse a privacidade violada uma vez que era mostrado aos obsessores. Inclusive no próprio quarto quando deitava-me para dormir. Vultos apareciam em pé.
Frequentemente ouvia marteladas. Ou sentia como se me golpeassem a cabeça. Chegava a doer de verdade.
Então pedi ajuda. Pensei que era algum familiar me vendendo. Ou alguma instituição cobrando-me a subjetividade que me faz singular.
Desde então aproximei-me daqueles que defendem minha privacidade, integridade, ambiguidades, pluralidades e singularidades.
Loucura ou não, o que importa é que sei exatamente o que quero. Embora prejudicado por uma internação onde era frequentemente coagido a cumprir horários totalmente diferentes dos meus horários biológicos, rotinas e hábitos, ainda acredito no direito de ir e vir e no direito da liberdade de expressão. Pois nasci livre e sou livre.

Juliano Paz Dornelles