terça-feira, 30 de novembro de 2021

A paz esteja convosco


A PALAVRA DA SALVAÇÃO

O maligno usa as escrituras para sentenciar o pecador. No entando, a palavra serve para salva-lo.

Quem sou eu para apontar o cisco no olho alheio, senão um que deveria desviar a trave?

Não mais direi o que aparece-me nos sonhos, senão a quem quiser saber, pois sou temente ao Verbo.

Queimarei os cadernos onde escrevo o que me é mostrado. 

Basta! Este mundo já foi pesado e medido.

Estamos no mesmo barco.

Sim eu sou um pecador e arrependo-me de ter colocado os prazeres mundanos como prioridade durante minha juventude. 

Não mais tenho tanto tempo assim. 

Como qualquer outro, diariamente, encontro-me entre o bem e o mal. Forças que disputam a alma humana.

Desde que a ambição foi colocada frente à oração, e os pré-julgamentos frente à piedade, muitos homens vêm esquecendo de falar com o Pai.

Mas eu te peço, Yavéh, que lhes dê uma chance. 

Seja a vossa vontade frente à nossa.

Juliano Paz Dornelles
Mestre em Comunicação
Membro Correspondente da A.L.M.A.S.
Sócio da Sociedade Partenon Literário


Nenhum comentário:

Postar um comentário